Cirurgia Robótica no Câncer de Próstata

junho 13, 2017

Em março de 2008, era realizada no Brasil a primeira cirurgia assistida pela via robótica, em pacientes com câncer de próstata. Tal procedimento cirúrgico se apresentou como uma modalidade de cirurgia minimamente invasiva, realizada com o auxilio de um robô, e que demonstra de forma prática uma série de vantagens sobre a cirurgia convencional, tais como, visão tridimensional, maior precisão e amplitude dos movimentos, bem como a diminuição da perda sanguínea e dor pós operatória.

Diante dos incontroversos benefícios apresentados na realização deste procedimento cirúrgico, tivemos nos últimos anos um aumento considerável de procura por pacientes que necessitam de tal intervenção.

Com o perceptível aumento da procura de pacientes pela realização da cirurgia, observa-se na mesma proporção, uma grande dificuldade dos mesmos, junto aos seus planos de saúde, quando da liberação desta modalidade cirúrgica assistida pela via robótica, sob um tendencioso argumento, de que tal procedimento não está previsto no Rol mínimo e obrigatório da ANS (Agência Nacional da Saúde).    

Diante de tal argumentação que tem sido apresentada pela grande maioria dos planos de saúde, os usuários que necessitam de tal intervenção cirúrgica, denotam uma situação altamente delicada, onde se confronta o direito e necessidade médica do paciente, frente a uma suposta garantia legal por parte dos planos de saúde quando da sua negativa da liberação cirúrgica.    

Essa situação que se mostra desesperadora aos pacientes, que já vivem em situação aflitiva, visto a grave doença que se fazem portadores, vem sendo resolvida em sua grande maioria com o auxílio pontual da justiça. O poder judiciário, assim como em outros conflitos semelhantes ao presente, vem sendo sensível aos direitos dos usuários dos planos de saúde, e colocando fim a qualquer dúvida que pudesse existir quanto a obrigação ou não das operadoras, no custeio de tal procedimento cirúrgico.

Sendo assim, podemos afirmar que o posicionamento do poder judiciário, vem auxiliando inúmeros pacientes que se fazem valer do avanço da medicina, na dura missão de combater graves doenças, como o câncer de próstata.    

 

Advogado Saúde
Tel: (11) 3115-6100
contato@advogadosaude.com.br

6 thoughts on “Cirurgia Robótica no Câncer de Próstata

  1. Fiz a cirurgia, o plano de saúde não liberou, tive que pagar. Tem como pedir reembolso do plano?

  2. Bom dia, meu pai pr coisa de cirurgia de próstata,pra um câncer. Médico indicou a retirada total por cirurgia robótica. Unimed Salto- Itu, já se pronunciou por email,antes mesmo de entrarmos com pedido, que não cobre pois não está no rol da ANS. Como devo proceder? Estamos aguardando uma baixa na pandemia, e a cirurgia terá que ser feita em São Paulo,capital. Meu pai é idoso e cardíaco. Aguardo

  3. Gostaria de saber como proceder para conseguir com o plano de saúde voará liberar a cirurgia para o meu esposo de próstata robótica? Temos o plano de saúde Intermedica Notre Dame Max 400, que só liberam procedimentos conforme o rol da Ana. Gostaria de saber também se é legal pedirmos autorização para fazer a cirurgia por vídeo com o plano e pagar o aluguel do robô a parte, e como proceder neste caso? Desde já obrigado.

  4. Boa noite!!! Fui diagnosticado com câncer de próstata e devido a gravidade fiz a cirurgia de imediato à cerca de 20 dias atraz, paguei o aluguel do robô, fiz parcelamento no hospital rede dor e agora preciso do reembolso do plano saúde (Bradesco top nacional) e sei que irao me negar, já pedi reembolso estou aguardando …
    Como fazer para entrar com uma ação judicial caso neguem ???

    1. Olá Mário, tudo bem?

      Estamos entrando em contato contigo via email para entender mais detalhes sobre o seu caso e lhe transmitir as devidas informações. Obrigado pelo contato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chat
Precisa de Ajuda?